,

“O “EU SOU” PARTE DO TODO: A CONSCIÊNCIA QUE PRECEDEU TODOS OS CONCEITOS E PRECEITOS, QUANDO CORPORIFICADO NA ESPÉCIE HUMANA, “JESUS CRISTO” NOME ESCRITO EM PORTUGUÊS.”


Imprimir



Por: Marlene Chaves, relatando um diálogo com o Biomédium Dilmar Dutra que expôs seus pensamentos, face às diversas comunicações e análises preliminares, de muitos autores corporificados. Hoje sua abordagem será sobre o estudioso Judeu Senhor JOSEP KLAUSER que falou sobre JESUS DE NAZARÉ.

Eu penso. Afirma Dilmar. Face nossas comunicações, somadas as que o estudioso judeu Josep Klauser, escreveu sobre Jesus Cristo, que foi o ser humano que transcendeu todos os conceitos e preceitos da humanidade, com as máximas morais e épicas da antiguidade de forma sábia e Divina. É o que penso e confirmo consubstanciando este texto.

Ele Jesus viveu e lutou com determinação consciente por direitos iguais, diz Josep. Coisa que se manifesta até hoje de forma inexplicável e por isso. Eu! Dilmar, referendando Josep. Acredito que foi o maior ser de luz, entre os humanos. Nada escreveu, mais suas logias, suas parábolas em metafísicas proativas, ecoam por todo o Planeta, numa visão de Totalidades Integradas, que só um ser Divino, poderia fazer ecoar as memoráveis (informações codificadas proativamente), palavras pronunciadas por “Jesus Cristo”, (nome em Português), que o identifica, como um ser verdadeiro, que só incluiu os humanos como iguais, só pregou o AMOR, ELO ECUMÊNICO, como representante do Criador Único. E sua “Consciência Crística”, retornou com Força Coletiva dos Direitos Inalienáveis, de quem tomou conhecimento de suas palavras e foram cativados por elas. Ele não foi religioso, como EU não sou. Afirmou Dilmar. Nem ELE, hoje descorporificado e nem EU, hoje corporificado. Sabemos que nada está desligado de NADA.

Sabemos também, que pelo AMOR que está no meio da vida e da morte, (vid/AMOR/te) assim como, pela “Consciência” um fragmento do TODO, que se desprendeu para interagir conosco é o que cientifica a vida e estabelece o conceito de que “TODOS SOMOS UM”.

A consciência e o AMOR, são fragmentos (partículas subjetivas), que se desprenderam do TODO EU SOU AQUELE QUE É ANTES DE TUDO EXISTIR. O CRIADOR ÚNICO “DEUS”.

E JESUS, em Consciência me diz. Somos fragmentos do TODO, viemos para vida, por nascimento e retornaremos ao TODO pela morte.

Irmãos! Relata-nos JESUS, EM CONSCIÊNCIA POR INTEIRAÇÃO COGNITIVAS (TELEPATIA). nunca escrevi um livro, uma bula, uma vulgata, uma lei, um decreto, uma portaria ou um regulamento, ou ainda, quaisquer Conceitos Religiosos, nunca comandei um exército, nunca ocupei um cargo politico, nunca tive uma propriedade, nunca fui proprietário de dinheiro ou dele me beneficiei.

Não sirvo a dois senhores.

Só a Deus em VERDADE e em ESPÍRITO (Consciência), para libertar-me.

Jamais servi, ao “Senhor Dinheiro” Criados por humanos, pois ele escravizou e escraviza a humanidade até os dias atuais.

Venho com a magnitude, do Pai “Eu Sou”. Aquele que é antes de tudo Existir. O CRIADOR ÚNICO. Quando estive corporificado, vim para mudar a história de mais de 20 séculos, não pude terminar minha tarefa corporificado, agora retorno descorporificado, pela “Consciência Coletiva Crística e Cósmica”, como Consciência Espiritualista Universalista, onde o AMOR, e o respeito às diferenças, possam conviver, integrando, sem exclusões, e separações psíquicas, sejam espíritas, religiosas, misticas, exotéricas, cientificas, materialistas doutrinados, evangelizados e catequizados pela teoria neodarwinista, ou de outros conceitos humanos quaisquer.

Somos na vida da existência, “UM”. Pelas células e moléculas, como matrizes da vida, encerrada na morte como alimento pronto para serem digeridos, momentos em que os fragmentos (partículas) de Consciências Espirituais Eternas, retornam ao TODO UNO. Para manter sua integridade como TOTALIDADE, ou seja, TUDO e TODOS, ESTÃO CRIADOS E CONTIDOS NO TODO, O DESPRENDIMENTO DOS FRAGMENTOS INTERCONECTADOS, FAZEM PARTE DO TODO, POR INTEIRAÇÕES, NAS CORPORIFICAÇÕES EXISTÊNCIAS, COMO DISSEMOS EM SIMBIOSE, TORÇÃO E PLASTICIDADE, DE FORMA “ENDO” NA ESSÊNCIA DIVINA.

Somos eternos, em Essência. O TODO em fragmentos de consciências espirituais, se manifesta dentro de SI. OU DO EU SOU AQUELE QUE É ANTES DE TUDO EXISTIR. E EU Vim corporificado com a magnitude, do “PAI EU SOU”, para mudar a historia de mais de 20 seculos. Não pude concluir em VIDA na existência, Retorno descorporificado em Consciência Espiritual, para referendar (confirmar) a Consciência Coletiva Crística e Cósmica, que irá libertar os Seres Vivos (Em especial os humanos) pela VERDADE.

E assim. O Dilmar encerrou nosso diálogo, que transcrevo para dar continuidade aos nossos propósitos de não sonegarmos informações. Ajudando a ajudar Eu reafirmo meus respeitos às diferenças por todos meus amados pelos quais tenho grande carinho, desejando-lhes que as suas aspirações sejam alcançadas, bastando apenas Fé e Esperança, sob uma boa oxigenação, pois nosso êxito depende só de nós. Amados Amigos familiares e parentes. Beijos de luz nos cérebros e corações simbióticos. Marlene Chaves.

O “EU SOU” PARTE DO TODO: A CONSCIÊNCIA QUE PRECEDEU TODOS OS CONCEITOS E PRECEITOS, QUANDO CORPORIFICADO NA ESPÉCIE HUMANA, “JESUS CRISTO” NOME ESCRITO EM PORTUGUÊS.

Por: Marlene Chaves, relatando um diálogo com o Biomédium Dilmar Dutra que expôs seus pensamentos, face às diversas comunicações e análises preliminares, de muitos autores corporificados. Hoje sua abordagem será sobre o estudioso Judeu Senhor JOSEP KLAUSER que falou sobre JESUS DE NAZARÉ.

Eu penso. Afirma Dilmar. Face nossas comunicações, somadas as que o estudioso judeu Josep Klauser, escreveu sobre Jesus Cristo, que foi o ser humano que transcendeu todos os conceitos e preceitos da humanidade, com as máximas morais e épicas da antiguidade de forma sábia e Divina. É o que penso e confirmo consubstanciando este texto.

Ele Jesus viveu e lutou com determinação consciente por direitos iguais, diz Josep. Coisa que se manifesta até hoje de forma inexplicável e por isso.

Eu! Dilmar, referendando Josep. Acredito que foi o maior ser de luz, entre os humanos.

Nada escreveu, mais suas logias, suas parábolas em metafísicas proativas, ecoam por todo o Planeta, numa visão de Totalidades Integradas, que só um ser Divino, poderia fazer ecoar as memoráveis (informações codificadas proativamente), palavras pronunciadas por “Jesus Cristo”, (nome em Português), que o identifica, como um ser verdadeiro, que só incluiu os humanos como iguais, só pregou o AMOR, ELO ECUMÊNICO, como representante do Criador Único.

E sua “Consciência Crística”, retornou com Força Coletiva dos Direitos Inalienáveis, de quem tomou conhecimento de suas palavras e foram cativados por elas. Ele não foi religioso, como EU não sou. Afirmou Dilmar. Nem ELE, hoje descorporificado e nem EU, hoje corporificado. Sabemos que nada está desligado de NADA.

Sabemos também, que pelo AMOR que está no meio da vida e da morte, (vid/AMOR/te) assim como, pela “Consciência” um fragmento do TODO, que se desprendeu para interagir conosco é o que cientifica a vida e estabelece o conceito de que “TODOS SOMOS UM”.

A consciência e o AMOR, são fragmentos (partículas subjetivas), que se desprenderam do TODO EU SOU AQUELE QUE É ANTES DE TUDO EXISTIR. O CRIADOR ÚNICO “DEUS”.

E JESUS, em Consciência me diz. Somos fragmentos do TODO, viemos para vida, por nascimento e retornaremos ao TODO pela morte.

Irmãos! Relata-nos JESUS, EM CONSCIÊNCIA POR INTEIRAÇÃO COGNITIVAS (TELEPATIA). nunca escrevi um livro, uma bula, uma vulgata, uma lei, um decreto, uma portaria ou um regulamento, ou ainda, quaisquer Conceitos Religiosos, nunca comandei um exército, nunca ocupei um cargo politico, nunca tive uma propriedade, nunca fui proprietário de dinheiro ou dele me beneficiei.

Não sirvo a dois senhores.

Só a Deus em VERDADE e em ESPÍRITO (Consciência), para libertar-me.

Jamais servi, ao “Senhor Dinheiro” Criados por humanos, pois ele escravizou e escraviza a humanidade até os dias atuais.

Venho com a magnitude, do Pai “Eu Sou”. Aquele que é antes de tudo Existir. O CRIADOR ÚNICO. Quando estive corporificado, vim para mudar a história de mais de 20 séculos, não pude terminar minha tarefa corporificado, agora retorno descorporificado, pela “Consciência Coletiva Crística e Cósmica”, como Consciência Espiritualista Universalista, onde o AMOR, e o respeito às diferenças, possam conviver, integrando, sem exclusões, e separações psíquicas, sejam espíritas, religiosas, misticas, exotéricas, cientificas, materialistas doutrinados, evangelizados e catequizados pela teoria neodarwinista, ou de outros conceitos humanos quaisquer.

Somos na vida da existência, “UM”. Pelas células e moléculas, como matrizes da vida, encerrada na morte como alimento pronto para serem digeridos, momentos em que os fragmentos (partículas) de Consciências Espirituais Eternas, retornam ao TODO UNO. Para manter sua integridade como TOTALIDADE, ou seja, TUDO e TODOS, ESTÃO CRIADOS E CONTIDOS NO TODO, O DESPRENDIMENTO DOS FRAGMENTOS INTERCONECTADOS, FAZEM PARTE DO TODO, POR INTEIRAÇÕES, NAS CORPORIFICAÇÕES EXISTÊNCIAS, COMO DISSEMOS EM SIMBIOSE, TORÇÃO E PLASTICIDADE, DE FORMA “ENDO” NA ESSÊNCIA DIVINA.

Somos eternos, em Essência. O TODO em fragmentos de consciências espirituais, se manifesta dentro de SI. OU DO EU SOU AQUELE QUE É ANTES DE TUDO EXISTIR. E EU Vim corporificado com a magnitude, do “PAI EU SOU”, para mudar a historia de mais de 20 seculos. Não pude concluir em VIDA na existência, Retorno descorporificado em Consciência Espiritual, para referendar (confirmar) a Consciência Coletiva Crística e Cósmica, que irá libertar os Seres Vivos (Em especial os humanos) pela VERDADE.

E assim. O Dilmar encerrou nosso diálogo, que transcrevo para dar continuidade aos nossos propósitos de não sonegarmos informações. Ajudando a ajudar Eu reafirmo meus respeitos às diferenças por todos meus amados pelos quais tenho grande carinho, desejando-lhes que as suas aspirações sejam alcançadas, bastando apenas Fé e Esperança, sob uma boa oxigenação, pois nosso êxito depende só de nós. Amados Amigos familiares e parentes. Beijos de luz nos cérebros e corações simbióticos. Marlene Chaves.