“O METAVERSO HOLOGRÁFICO E A SIMBIOSE INTERATIVA RUMO A UNIFICAÇÃO DAS FORÇAS FUNDAMENTAIS VIA BOLHAS DE MULTIVERSOS PARARALELOS MANIFESTADOS QUÂNTICAMENTE.”


Imprimir



Pelas Montanhas do Sul de Minas, em 29.06.2018.

Fonte Reveladora: Consciência descorporificada, sem peso e massa, que um dia no passado esteve vestido na raça humana e atendeu pelo nome civil de JESUS DE NAZARÉ, O GNÓSTICO CRISTIANIZADO, usando da Telepatia Medianeira, propiciada por uma combinação de Forças Fundamentais que recombinam a relatividade geral, com a parede de Energias estabelecendo ondas gravitacionais e cargas eletromagnéticas para as manifestações de partículas e fragmentos sem corpo peso e massa aos olhos humanos que contem cargas e ondas em fótons duais e bipolares, numa troca entre si, dessas chamadas ondas gravitacionais ou cargas eletromagnéticas em autopoiese e fugir da fagocitose dos chamados buracos negros, recombinando a relatividade geral com a mecânica quântica e numa nova adaptação substituem os pontos por cordas e assim fazem transcender as informações chamadas telepáticas e medianeiras que permeiam a Singularidade Holográfica numa inteiração das ondas e cargas transformando a radiância em condenssância (ou seja, o pensamento idealizado se manifesta em autopoiese na matéria física).

A informação circula pelos buracos microtubulares taquiônicos e quânticos, ou seja, holográficos e fisicos materiais que partem como fragmentos ou cargas eletromagnéticas da Singularidade ou Essência para a Existência com qualidade de eternidade que circula por toda existencialidade com vida ou sem vida e retorna a eternidade pela apoptose ou programação celular para morrer diariamente como constituição corpórea ou morrer por fatores externos, ambos pela falência total, A consciência retorna ao TODO MENTE PSIQUE ESPIRITO, Assim como a INFORMAÇÃO retorna a SINGULARIDADE, perpetuando-se na dualidade e polaridade, seja na essência ou na Existência.
Desta forma a comunicação entre vivos e mortos se manifesta pelas partículas ou fragmentos da MENTE PSIQUE ESPÍRITO chamadas de senciências celulares que integradas num corpo em autopoiese pelas combinações, recombinações e adaptações se manifestam em Consciências que criam os chamados cérebros para armazenar informações, na verdade os cérebros reúnem memórias gênicas nas corporificações vias filo e filogenéticas Endo (dentro de si) Peri (em volta de sí). Para que via alimentação se perpetue na eternidade essencial e na transitoriedade existencial, sempre na qualidade de alimento pronto para ser digerido pela Cadeia de presas e predadores, que num modus continuum se propaga pela interação eletromagnética e ondas gravitacionais como partículas ou fragmentos com ou sem cargas aos olhos perceptivos da humanidade, para funcionar com espelho e enganar todo tipo de fagocitose.

Esta inteiração é manifestada pelo tripé: iluminação, bóson e neutrino que interagem com as ondas gravitacionais que entre si, fazem-se elementares como fótons, numa simbiose cósmica, de inteirações, carregando e descarregando pelos grávitons permeando a relatividade interativa da dualidade e da bipolaridade cósmica, seja de fótons, neutrinos ou bósons, pela força fraca e nanônica da iluminação direta com o campo eletromagnético. Pois todos possuem leve, não percebida aos olhos humanos pela seu minúsculo endossimbionte mitocondrial holográfico diante do desconhecimento da singularidade, ou da A Grande Mente Psique Espírito que se manifesta em partículas e ou fragmento chamado de Consciência que é um somatório de milhares de senciências celulares em simbiose com moléculas como composições corporais, onde tudo combina, recombina e se adapta de forma plena na existência, onde a localidade interage com a não localidade, para transmitir e receptar a informação entre a impossibilidade e a possibilidade alterando a dinâmica da velocidade que atravessa a nuvem de poeira estrelar, onde o contato é universalista entre as alterações inóspitas e favoráveis que transcendem ambas pela codificações que se manifestam em comunicações perceptivas e auditivas, diante da formação da matéria física com a não física, envolvendo radiâncias e condenssâncias que interagem com quaisquer que sejam as partículas, ou fragmentos para transferir e carga elétrica em si diante de seus respectivos pares da dualidade e polaridade, numa seqüência de interações que se alternam para possibilitar que a informação tenha que viajar pelos dois canais da dualidade e da polaridade para estabelecer a ordem no caos.

É dessa forma que todas as informações recebidas pelos Sensitivos de forma telepática, chamadas de comunicações mediúnicas, na qualidade de REVELAÇÃO, chegam até nós, com a diferença que o telefone não liga daqui pra lá. Só liga de lá pra cá e nós precisamos do chamado transe ou estado de Nirvana Meditativo para que o telefonema se complete.
Espero que com essa gota do que sabemos, possamos entender neste grande oceano oculto por esta revelação, mais uma gotinha no estado de plenitude e assim. Evoluir um pouco mais, diante do Universo que não sabemos. Beijos de Luz Dilmar Dutra.