,

"Diálogo entre Consciências.”


Imprimir



Dilmar Dutra, dar a conhecer um diálogo entre Consciências ao percorrer curtas distâncias da Telepatia.

Momentos de Plenitude e luz, onde o diálogo possa proporcionar um entendimento do objetivo diante dos sinais com obstáculos da pesada atmosfera por que passa o Brasil.

Este momento de luz, funciona como um Posto de socorro que irá dar o único caminho possível, a ser transposto em paz racional, no silêncio interior com ações que ocupem os espaços apropriados para receberem votos cujo objetivo seja o de estabelecer um novo PODER que represente a SOBERANIA do POVO como o socorro que irá de fato libertar o Brasil é os brasileiros dos Anjos Caídos que se influenciaram por Ministros dos erros. Vamos interagir nas influenciações com o rigor ético e moral pela vontade majoritária da Mente Espiritual, manifestada em Consciências Colectivas que interagem com suas corporificações almaticas de células e moléculas onde a solução possa nos ensinar e consolar os que sofrem no solo do auto engodo humano, caminhando por trilhas diversas que na verdade, são labirintos corrompidos e escusos na contra mão dos acertos; do Amor; da paz e do respeito calçados com as sandálias da humildade.

As sombras na ausência da luz se apossam de seus corpos constituídos de células e moléculas, como almas grupo ou Agrupadas na ignorância do saber.

Sejamos então nós em verdade e espírito, àqueles que sob iluminação, ajude a revelar os princípios ameaçadores e sem a luz da verdade por onde circulam as mentiras, conspirações e corrupções num contraditório de opostos do bem comum de solidariedade e respeito sob manifestações espiritualistas e universalistas, mesmo estando sob o domínio diferente, de um sonho mirabolante. Podemos reagir e despertar em plenitude na busca de êxitos ao percebermos que só a verdade é libertadora.

Bastará a fé revigorante pelas ocupações dos espaços públicos pela legislação vigente entrando nos partidos políticos e assim propiciarem alternativas de votos aos eleitores para que possamos fazer valer a justiça em um novo despertar onde a unidade solidária comece a fazer uma faxina silenciosa no exercício do PODER que emana do POVO. Em silêncio se organizem para em substituição assumir os lugares públicos ocupados por Anjos Caídos denunciados pelos escândalos e assim, restabelecerem a ordem é o progresso numa sociedade moderna e mais justa que restituirá direitos de igualdade aos trabalhadores que construíram esta Nação.

Nossos desejos são idênticos aos que professam e praticam o bem na Seara do Amor e do Respeito as diferenças. Assim Seja. Por Dilmar Dutra.